Filmes

Moonlight: Sob a luz do luar

As vezes eu choro tanto, que acho que vou secar por dentro.

– Chiron.

Na primeira parte do filme conhecemos o menino Little(pequeno),  que se transforma em Chiron e por último se torna Black, essas são suas diferentes fases na história. Seja lá como vc queira chamar ele a sua jornada em Moonlight foi sofrida e bela ao mesmo tempo.

O tímido Chiron mora numa comunidade pobre da Miami na época da explosão do crack dos anos 1980 e, desde novo, sofre com os colegas de escola que o tacham de bicha (“faggie”) – embora nem ele mesmo, aos dez anos, saiba o que isso quer dizer.

Nesse filme experimentamos o ódio, a amizade e o amor e suas várias formas de serem sentidas e demostradas.

Sabe quando dizem que o silêncio pode falar mais do que mil palavras ?

Nesse filme se você dúvida dessa afirmação, você aprende que isso é realmente verdade, pois é transmitido de maneira magistral como silêncio pode falar mais do que as palavras em vários momentos e cenas.

O elenco é impecável, uma narrativa linda e  com muito sentimento.
De uma beleza pura e sufocante, e como eu adoro a simplicidade a câmera nesse filme fala por si só… se pudéssemos resumir o filme todo em uma palavra séria: sensibilidade.

As questões de raça e preferência sexual é a grande sacada da obra, é mostrado as varias fazes desse garoto por busca de autoconhecimento.

Chega uma hora em que precisa decidir o que vai ser.
Não pode deixar ninguém decidir isso por você.

– Blue

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

1 comentário em “Moonlight: Sob a luz do luar

  1. Pingback: Rebobinando meus filmes de 2017 – De Saco Cheio e Mau Humor

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: