Nunca tem fim

Capítulo 9 – Holly.

O passado de Holly é um mistério mesmo para ela, que desde criança foi criada em orfanatos. Com dezesseis anos fora adotada por um casal de militares e desde então aprendeu as habilidades da mãe adotiva de cuidar de ferimentos, com dezoito anos ela entrou para uma organização oculta que seus pais adotivos trabalhavam e começou a cuidar de torturados políticos, reféns e pessoas que estavam se opondo ao governo militar da época.

Holly era uma jovem brilhante no que fazia, além de ser uma mulher muito sensual e atraente, ela tirava suspiros de outros agentes da organização, além de fazer feliz o dia de muitos torturados. Pois para eles, ela era um brilho no meio da escuridão.

Mas todos dizem para ela parar de fumar, de beber e de tomar seus remédios.

Ela tinha uma personalidade forte, e era durona, pois teve que se criar sozinha e o tempo foi endurecedor, ela amadureceu com danos e não com os anos.

Ela foi forte quando era para ser fraca, engoliu choro quando era para desabar e quando ficou tantas vezes sem chão, não tinha e nunca teve ninguém lá para encostar a cabeça no ombro e se lamentar.

Ela sempre se questionava:

– O que eu faço da vida?
– Cadê o dinheiro no extrato?

Hoje com 20 anos ela foi promovida a agente especial da organização e sua primeira missão era trazer um garoto que estava a quatro anos no BIRD, maior e mais cruel centro de tortura militar do país.

Ou mais conhecido pelo seu nome de fachada:

Manicômio Rehab Bird.

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

0 comentário em “Capítulo 9 – Holly.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: