É que a vida é aquele quebra-cabeça de 1.000 peças que a gente demora um tempo para entender só observando, e quando começamos a encaixar as peças, achando que está tudo sob controle, vem alguém abre a porta e o vento entra bagunçando tudo.

A vida é um eterno começar e recomeçar, reinventar, um ciclo imperfeito.

Algumas peças somem, outras você só nota depois de um tempo.

Não tem como se chegar ao fim da vida com tudo montado, com tudo no seu devido lugar, o tempo faz questão de nos bagunçar.

Sempre teremos que abrir mão de algo, ou surpreendentemente fazer aquilo que passamos anos detestando e que depois descobrimos que não é uma escolha tão ruim.

A vida é um quebra-cabeça, mas que as peças não são exatamente iguais a imagem ilustrativa, sempre algo fica pelo caminho. Pessoas passam pelas nossas vidas, umas só de passagem mesmo, outras permanecem e algumas a gente descobre, reconhece em meio a multidão.

No fim a gente percebe que o que fica é somente o essencial, pode não se formar uma imagem perfeita, mas é uma construção de muitos erros com o objetivo de acertar.

Então, não se preocupe se vez ou outra algo saia do lugar, é normal, é necessário.

Anúncios