Grande parte das vezes não reconhecem nossos esforços, e não necessariamente porque não nos dedicamos, mas sim porque não o deixamos evidente e, cá entre nós, as pessoas vivem de aparência.

Existe diferença entre o mínimo só para estar na média e o mínimo que foi realizado usando toda a energia, deixando o individuo cansado, esgotado, mas sempre vem alguém e diz que faltou esforço. Se faz precisa a sensibilidade para entender os tipos de mínimo, uma palavra mal dita pode arruinar ainda mais a pessoa que se matou para realizar aquela pequena ação, mas que exigiu muita luta, principalmente luta interna.

Julgamento diante do mínimo sem ter uma base, sem ter entendimento do que representa, é um grande erro. O mínimo feito apenas para estar na média, esse deve ser criticado, mas aquele mínimo que foi realizado a partir de um grande esforço, deve ser muito valorizado. O mínimo pode fazer falta quando através da sensibilidade percebe-se que determinada pessoa poderia ter se dado melhor e alcançado um resultado maior, mas faltou determinação.

É necessário entender quando faltou inspiração, motivação e como tudo foi feito –  toda a dedicação que foi movida para realizar aquela coisa pequena – , as coisas pequenas também tem o seu valor; é importante estar atento ao esforço da natureza para que um dia uma pérola se forme – note o tamanho e o valor dessa pérola. O mínimo também tem o seu valor.

 

Anúncios