Paranoia

Onde você está ?

Provavelmente está confortável, vive uma vida complicada, porém boa, pode de uma maneira ou outra se confortar e se divertir, talvez você está com alguém que te faz feliz, alguém que realmente ame, não importa quem, ou quão importante é, mas imagine e se tudo de repente acabasse ?

Não apenas como uma perda de emprego, ou um melhor amigo que se afastou, ou até mesmo um fim de namoro, ou a morte dessa pessoa que ama, não… não é isso, quero dizer e se tudo realmente terminasse da forma que você conhece, e o seu mundo hoje mudasse completamente de maneira que só fosse possível sobreviver ?

Cogitar essa possibilidade é surreal não é ?

mas você sobreviveria certo?

Ao menos tentaria pois esse é seu extinto, nos adaptamos aos diversos tipos de ambiente e em um mundo arcaico de tudo, você faria coisas horríveis, e não existiria certo ou errado, como se pode julgar hoje, e sobreviver seria tudo e o mas importante para você, pois o que realmente importava, não existe mais.

Hostil e sem leis, sem estado ou nação, um mundo absorto e repugnante, é incrível as coisas com que nos acostumamos.

Mas de repente, lhe fosse oferecido voltar, é assim de forma simples houvesse uma possibilidade.

Sim, isso mesmo tudo como era antes, no conforto da sua vida cômoda, e no meio do desespero, hostilidade e sobrevivência, um fio de esperança surgiria certo?

Cogitar essa possibilidade seria ainda mais surreal do que a anterior certo ?

Mas você se agarraria a ela, a sim, e com toda a sua vontade, e a paranoia de sobrevivência deixaria de existir, e surgiria a necessidade de viver, a claro agora você faria tudo não é mesmo, mas e se tudo não fosse suficiente?

E se tudo não desse em nada, você desistiria ?

A esperança uma hora acabaria, o que te motivaria continuar ?

A vontade de rever alguém especial ?

A falta que faz ter um minuto de sossego ?

Não ? Mas o que o faria permanecer lutando ?

O seu extinto de sobreviver? Sua fé ? Seu deus ?

A paranoia voltaria e o dilema permanece com você enquanto sobreviver, pois o passado você não irá alcançar, o presente é desumano e voraz, e o futuro é pouco provável para você.

É preciso amar as coisas pequenas, quando não se tem nada além disso.

 

Anúncios

Autor: Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s