– Eu matei Áries e a guerra deveria ter acabado. Mas não acabou e eles continuam lutando.

– Talvez não seja por conta do aries que as pessoas são más Diana, as pessoas tem dentro de si o bem e o mau, e algumas delas escolhem ser assim;

más.

– Mas não pode ser, não não não, eu vi pessoas feridas, mortas, inocentes, crianças morrendo, sem comida, sem uma casa, um lar…

– Você pensa que eu não vi tudo isso Diana ? Que eu não sei? Acha mesmo que eu não queria que tudo terminasse com um vilão ? Com a morte de um monstro? Mas o mundo não é assim Diana, existe pessoas más e se você quer realmente ajudar, venha comigo e vamos impedir, preciso ir agora e preciso de você Diana, nós precisamos de você.

Esse diálogo acima que teve no filme mulher maravilha, foi mais ou menos assim, é o que lembro.

Mas enquanto essas palavras eram ditas o significado se eternizaram em mim.

Gostei do filme, amei a interpretação da Gal Gadot, ela encarnou a Mulher Maravilha, que mulherão da porra, mas o que realmente fez valer o filme para mim foi esse trecho, esse diálogo quando a amazona fica sem chão e percebe que o mundo é mais do que o conto de fadas que sempre sonhou.

Uma das cenas mais emocionantes também é quando o Steve Trevor, interpretado por Chris Pine se despede da guerreira amazona, e ela não o consegue escutar, pois está atordoada por conta de uma explosão.

Steve a deixa com um relógio de bolso e vai de encontro ao avião para se sacrificar. E depois que a guerreira o vê morrer, ela consegue se lembrar do que ele disse;

Diana eu vou fazer isso para que você possa salvar o mundo, gostaria que tivéssemos mais tempo juntos, adeus… eu te amo !

Conseguiram mostrar bem que as vezes heróis não precisam de capas e que para sanar a maldade precisamos entender que não existe um único vilão, e não vai acontecer como um passe de mágica ele se “indo” e com ele tudo vai embora, não​ é assim e nós que escolhemos ser heróis ou vilões todos os dias!

Recomendo muito e a DC mandou bem dessa vez !

Anúncios