A velha senhora, de tão velha já não abria mais a porta à ninguém. Ficava quieta em seu quarto tricotando. Havia decorado cada ponto do trabalho e só por isso ainda era possível fazê-lo já que estava cega há muito tempo. Por ser cega não acendia nenhuma luz. Todos a haviam esquecido e ela já havia esquecido de todos. Um dia a Morte passou por sua porta e bateu. Não havendo nenhuma resposta e estando a casa tão silenciosa e escura a Morte imaginou que a casa estivesse vazia e se foi, deixando a velha senhora esquecida sozinha a tricotar.

Anúncios