agosto 13, 2017

Sobre dores

Por que você foi tão longe ?
Por que fazer isso tudo, só para me atrapalhar ?
Eu ganhei o poder para entrar na escuridão e cortar todos os meus laços…e, naturalmente, todos cortaram seus laços comigo, eventualmente.
Mas você…
Você nunca tentou cortar seus laços comigo.
Por que você continua se envolvendo comigo ?
– Disse Sasuke querendo entender.

– Por que você é meu amigo. – Naruto respondeu com meio sorriso no rosto.

Eu já ouvi isso antes, mas o que exatamente isso significa para você ? – Questionou Sasuke ainda sem entender.

– Por mais que você me peça para explicar, eu não consigo.

É só que…

Quando eu vejo você tentando enfrentar de tudo, e acaba se ferrando…

Eu meio que…
Me machuco também.
Me fere por dentro e não posso ignorar isso, sabe ?

– Completa Naruto.

Esse dialogo acima acontece como vocês devem imaginar no anime naruto, não é sobre o anime que quero falar, é sobre dores, sobre sentimentos, sobre à vida ser uma série de portas se fechando, como já dizia BoJack.

E se você está lendo esse texto, você com certeza tem idade suficiente para ter sentido dor na vida, seja ela física ou não.

Você com certeza sabe o que dói de verdade não é ? Mas a dor é como a chuva, ela cai e não se importa se você está e poderá se proteger ou não, ela só cai.

Mas se machucar não é de todo ruim, às vezes nós amadurecemos com isso. O ruim mesmo é não se recuperar. E quando a dor não é física você não sabe lidar, você não entende que precisa de curativos e não sabe quando troca-los até que a ferida se feche, cicatrize e um dia talvez se cure.

Aprende que tem feridas que demoram a se curar e você vai entender isso dá pior maneira possível, pois na vida não tem mamãe com o remédio e carinho para cuidar de você.

Mas você vai saber também que tem dores que nunca se vão.

E essas dores fazem tudo que você conhece mudar.

A partir do momento que você tem consciência que as pessoas vão te
machucar, as vezes por falta de empatia, as vezes na maioria delas por querer, mas outras poucas sem querer e que sempre alguém vai embora da vida de alguém, e é esse o ciclo que permeia tudo… a partir desse momento você engole o soluço e só espera a próxima cicatriz aparecer.

Agora, se vocês me dão licença eu preciso ir tomar um banho, então não posso dizer se estou chorando ou não.
– BoJack Horseman

Se você que está lendo, acompanha meus escritos, provavelmente já viu diversas referências ao BoJack nos meus textos, mas fazer o que se Bojack Horseman consegue ser o desenho que mais me passou coisas na vida. Como ele diria o universo é um animal selvagem, você não pode domá-lo. Tudo que você pode fazer é tentar viver dentro dele.

E eu sei que todo dia tem sido uma batalha diferente, mas lá na frente você vai se agradecer por não ter desistido, por ter ido mesmo com dor, mesmo machucado, ferido. Não é fácil e acho que ninguém te disse que séria !

Algumas pessoas que te magoaram vão te dizer na maior cara de pau;

– Tá estranho comigo, te fiz alguma coisa?

E meu sonho um dia seria dizer;

– Você quer que eu te diga em ordem alfabética, cronológica ou pela gravidade dos vacilo, escolhe !

Mas as vezes quando se é adulto o certo nem sempre é o melhor e você vai perceber que todos te amam, mas ninguém gosta de você e isso é a pior sensação do mundo.

Olha eu referenciando BoJack de novo em, mas sabe é meio que as vezes amenizo tudo, digo que não sei. Mas na verdade sei, lá no fundo sei que comigo nunca teve meio termo, sabe intensidade é impactante demais, as vezes tira o fôlego e esmaga o peito, dores, essas dores sem censuras, que penduram em nós fazendo rasuras.

Tô fugindo de tudo que apaga meu sorriso.

 

 

 

Anúncios

Participe da conversa! 2 comentários

  1. Mais um copo de realidade e fuga. Obrigado por esta dose.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. Odeio bebibas. Sinto textos. Minha forma de me afogar em algo, sem sair de casa, sem destruir meu corpo, literalmente.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

CATEGORIA

Crônicas

Tags