Crônicas

Cold

I’m gazing upwards, a world I can’t embrace

Eu estou olhando para cima, um mundo que eu não posso abraçar

Frio as vezes não é o inverno, mas sim a vida que você vive.

A vida por vezes é de uma frieza incrível, o mundo é a maior escola que temos para aprender tudo que queremos e por vezes o que não queremos também.

O mundo é vasto e as pessoas são tão rasas em sua maioria, vivemos como Tyler Duree disse no famigerado clube da luta;

Trabalhamos em empregos que odiamos para comprar porcarias de que não precisamos.

E o pior frio da vida não é aquele que você sente na barriga, aprendemos que esse é bom por muitas vezes, o ruim mesmo é quando o frio é de você estar frio.

Você provavelmente já percebeu que esse texto não é sobre as estações do ano e nem unicamente à uma pessoa, esse é um texto sobre pessoas estarem frias.

Então vamos lá entender um pouco ?
Embarque comigo !!!

Já conheceu alguém que quer abraçar o mundo ? mas o mundo só faz uma coisa com essas pessoas, ele deixa ser abraçado, sim ele deixa, mas não retribui… seus braços continuam para baixo e não fazem questão de se mexer.

É como se tudo que você quisesse fosse incantável, mas tudo que você recebe é pedrada, a vida faz isso conosco, ainda mais quando você tem um coração bom.

O mundo brinca com você e te testa, testa e testa de novo, dizem que herói é aquela pessoa que se sacrifica pelos outros e tem coragem. Mas herói mesmo é quem tem medo e vai lá e faz mesmo assim, mas e quando o coração do herói se quebrar e ele virar a casaca, herói pode errar ?

Não sei vocês, mas eu acredito que existem heróis por ai. Mas não é aqueles do conto de fadas, com capas e super poderes, são aqueles que lidam com a frieza do mundo e que nada e nem ninguém nunca mudam sua essência, continuam sendo bons apesar das piores tempestades, fácil é ser herói quando nada te atinge, difícil e raro mesmo é quando você é vulnerável e as kriptonitas são as pessoas ao seu redor.

Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos…
– Pequeno Príncipe

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

0 comentário em “Cold

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: