Textos

Minha necessidade

beautiful-1854284_1920

Ninguém entendeu minha repentina partida, peço desculpas, mas eu não poderia mais ficar entre eles. Precisava de espaço, precisava de equilíbrio.

Com meus vinte e poucos anos percebi que não era feliz, e tudo que eu vivia era por obrigação e/ou comodismo, não me sentia inteira em nada, nem no meu trabalho e muito menos em relacionamentos. Algo sempre me atormentava.

Uma voz começou então a me questionar, ela gritava coisas que eu não queria ouvir, era desconfortável.

Essa voz era meu próprio eu que estava submerso, mas que não poderia mais se calar em meio a realidade conflituosa em que eu vivia.

  • Porque escolheu esse ofício?
  • Porque trabalha em algo que não lhe causa prazer?
  • Porque mantém amizades que você sabe que não são seus amigos de verdade?
  • Por que não faz aquilo que quer realmente fazer?
  • Por que se tornou essa farsa?
  • Porque se embriaga a cada vez que te questiono sobre suas escolhas?

Percebi que eu precisava afastar-me da minha antiga vida para me reconhecer, descobrir minhas vontades, meus prazeres.

Dei as costas para minha família, meus amigos, minha profissão, minha rotina, a tudo que eu construir para ouvir uma voz, para ouvir meu interior. Não tive muita escolha, era minha necessidade naquele momento.

Disse não a um amor, por total incapacidade de sustentar esse sentimento, não era o momento de viver um amor, mas sim de me buscar, me achar em meio ao meu caos. Até porque a gente vive sem amar outra pessoa, mas viver sem amar a nós mesmos é uma espécie de morte lenta.

Sem me despedir mudei a roupa da minha vida e fui buscar nova vestimenta, mas dessa vez de acordo com o meu tamanho, de acordo com a  minha visão de mundo e do que realmente é viver.

Aos que eu deixei para trás só quero dizer que eu os trouxe no meu coração, mas aí não era meu lugar, e se eu permanecesse com vocês nunca estaria inteira, e sei que viver de metades não é ser alguém de fato e nem ser boa companhia.

Quero dizer que estou bem, descobrindo minhas paixões e aprendendo a caminhar sozinha, talvez um dia eu volte, mas só para uma visita. Por que descobrir que gosto é de colocar o pé na estrada, conhecer novos lugares, novas histórias e pessoas.

E por mais que eu tentasse, hoje eu não conseguiria mais ter uma vida que me pedisse rotina e certezas. Pois, a cada novo dia que nasce eu sei que renasce junto as possibilidades que viver sem endereço fixo pode me proporcionar.

Anúncios

Mineira, graduanda em Direito e alguém que escreve. Mas, se verídico for que exista vidas passadas, acredito fielmente que já fui um ser de asas. “De Saco Cheio e Mau Humor” é antes de tudo diversidade, de pensamento, de posicionamento e idealismo. Tem de tudo um pouco, esse é o diferencial. Liberdade para escrever, cada um no seu contexto. Facebook: https://www.facebook.com/cecilia.santi.39

0 comentário em “Minha necessidade

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: