Sou jovem demais para falar sobre sabedoria, mas das pessoas que já vi que são sabias, dos livros que já li que tiveram personagens sábios e da vida que levo observando o mundo ao meu redor, com todos os pontos se conectando acho que já entendi um pouco do que se trata.

Longe de mim ser um sábio, mas sabedoria é estar pronto para fazer o que você se propõe, não tudo que o mundo te impõe. É saber que nunca é tarde para aprender mais um pouco !

É descobri que quanto mais as ovelhas lêem, mais se tornam negras.
É descobri também que é um bode num planeta cheio de ovelhas, e que se tudo fosse doce, não existiria sal.

É aprender com a Tati Bernardi que provavelmente existe alguém no mundo, nesse momento, que poderia te ligar agora e te deixar feliz, e depois ter aprendido também com o Caio Fernando Abreu que idiota fui eu, que só por ter tido carinho, pensei que fui amado.

Compreendi que homem que é homem vai sim te chamar de princesa, vai passar à mão no seu cabelo, te dar carinho e andar de mão dadas, mas também vai pegar na sua bunda e vai te chamar de gostosa.

Aprendi também que se alguém tirar o fone para falar com você, se considere importante, e de tanto estragar o fígado com doses colossais entendi que quem bebe vive menos:
– menos triste;
– menos deprimido;
– menos tenso;
– menos puto da vida…

Ou é essa ilusão que o álcool vai te causar até que o dia seguinte chegue, pois no dia seguinte é você que está lá e com ressaca provavelmente. Assim como o Rhuan Rousseau disse: Não é com garrafas de vinhos de plástico que se vence o duro mundo de vidro.

Mas com a sabedoria que ganhei nesses últimos anos percebi que eu sou sempre aquele amigo que não cabe na calçada e tem que andar atrás do grupo, algumas coisas nunca mudam. Algumas pessoas nunca mudam.

Com sabedoria já não culpo ninguém além de mim pelos meus erros.
E entendi que a importância e a prioridade são assim:

Hoje não dá meu irmão.
Te amo, mas hoje não posso.
Vamos deixar para outra semana.

poderia continuar falando mais sobre o que penso que aprendi sobre sabedoria, mas não vou, pois uma das grandes lições que aprendi foi que um sábio primeiro aprende a ouvir, aprende a escutar, não alardeia, pois os idiotas alardeiam, os heróis fazem então deixo vocês com essas reflexões e nunca se esqueçam  do que Sam Harris nós disse:

Confusão e sofrimento podem ser nosso direito de nascença, mas sabedoria e felicidade estão disponíveis.

Anúncios