Vamos esquecer que fomos felizes?

Sabe daquela maneira que quando passarmos um pelo outro fingiremos que somos desconhecidos. No final das contas somos, pois não notamos no que nos tornamos.

Em que momento companhia se tornou ausência ? Quando sintonia se tornou melancolia.

Como foi possível acontecer de sorrisos se tornarem solidão.
Me diga o que queremos, nós tornando estranhos?

Acredito que você não sabe a resposta, pois eu sei que eu não sei.

Quando prestaremos atenção em nossos olhos, nos olhos que um dia iluminaram nossos corações e que hoje nos deixam sem direção, sem um caminho à seguir que não seja esse ciclo nefasto que é a vida.

Talvez a culpa é minha, não, não, a culpa é sua.
Não, acredito que também não é sua, se fomos capazes de ser par um dia, então não é de um ou do outro, é nossa à culpa.

Se um dia esquecermos de que fomos felizes, poderemos ser felizes novamente ?
De quantos amores à vida é feita, vamos em uma outra direção, seguindo caminhos opostos, tentando suprimir à felicidade que um dia ocorreu, que um dia de fato aconteceu, mas havia tanta coisa no mundo, tantos círculos para se iniciarem, que não percebemos que o nosso ciclo estava completo e, hoje quando nos encontramos ao invés de dizer:

Amor, eu te amo.

Escutamos um alguém dizer em nosso lugar, soltando as palavras e com aquele sorriso que um dia foi nosso, agora não são mais de quem é, desconhecidos somos um para o outro, mas para alguém somos o que chamávamos de amor.

Anúncios