Hoje senti saudade de você

Do que idealizei

Das memórias que forjei

Dos abraços ilusórios que imaginei

 

Hoje senti saudade de você

Do fracassado relacionamento

Da amargura do amanhecer

Das escolhas furadas

Que destruíram meu ser

Pisotearam a minha alma

Escarrando sobre o corpo falecido sem alma

As torpes palavras acumuladas no lixão do seu ser

 

Hoje senti saudade de você

Da maneira como me destruía

Como sempre o escolhia

 

Hoje senti saudade de você

Hoje senti raiva de você

Hoje senti a amargura tomar meu peito

Nutrida pela mágoa amarga

Que como vômito saia de mim

Tornando a entrar em um processo cíclico

Quando mais te odiava mais tentava não sentir

Mas tudo voltava

Real

Palpável

Tangível

Cruel

Hoje senti saudade de você

Essa saudade me causou ranço

Um desejo de esfregar minha mente com uma palha de aço

Sangrar, sagrar e sagrar

Até o viscoso líquido vermelho encobrir esse tirano desejo

Essa vontade de te ter novamente na minha vida

Essa droga que se chama saudade

 

Hoje senti saudade de você

Mas decidi desistir

Desistir de insistir em tê-la na minha vida

 

Hoje senti saudade de você

Assim como nosso relacionamento secou

Definhou por não ser alimentado

Deixo a saudade ficar desnutrida até finalmente se esvair

 

Anúncios