O que pode ser bom para mim, talvez faça mal para os outros…

Ouvi isso em uma conversa de bar, fiquei matutando enquanto rimos embriagados.
E novos assuntos logo surgiram à mesa, mas a afirmativa ficou na minha cabeça por dias e hoje quero falar sobre isso.

Lá vamos nós de novo ? tá disposto a uma reflexão, então vamos lá !

Ultrapassar à linha entre você e os outros sempre é muito tênue, não é mesmo ?

A partir de que momento suas escolhas afetam os outros, a partir de quando suas decisões e atitudes são somente suas e afetarão somente você ?

Será mesmo que alguém acredita nisso de “talvez faça mal para os outros” ou “minha liberdade para quando começa a do outrem ?”

Liberdade tem muito mais haver com você do que com os outros, mas desde que vivemos em sociedade a liberdade é uma metáfora regada a doses cavalares de hipocrisia.

E te explico o porquê.

Somos influenciados em tudo, desdo que comer até o que vestir, desde onde ir e até em que círculos sociais frequentar. Propagandas e os gurus da publicidade e marketing, são tipos os deuses de hoje em dia. Se existisse um olimpo no século 21 em plena à quarta revolução mundial, eles seriam com certeza os influenciáveis, os que fazem você assistir os filmes Hollywoodianos e sair de casa para frequentar aquela balada, ou ir até aquele FastFood experimentar o novo molho especial.

Mas os programadores estariam no meio dos deuses,  porquê nós fazemos os algorítimos para ter as métricas de tendencia das coisas, nós que utilizamos e fazemos à tecnologia a favor, nos meio que damos os poderes para esses deuses.

Sabendo disso eu afirmo que eu, você, seu colega ou estranho que está ai do seu lado, sim todos afetamos a vida uns dos outros, dia a dia e nem nós damos conta disso.

 

 

 

Anúncios