Filmes Resenhando

Trainspotting

Escolha viver.
Escolha um emprego.
Escolha uma carreira.
Escolha uma família.
Escolha uma televisão enorme.
Escolha lavadoras de roupa, carros, CD players e abridores de latas elétricos.
Escolha boa saúde, colesterol baixo e plano dentário.
Escolha uma hipoteca a juros fixos.
Escolha sua primeira casa.
Escolha seus amigos.
Escolha roupas esporte e malas combinando.
Escolha um terno numa variedade de tecidos.
Escolha fazer consertos em casa e pensar na vida domingo de manhã.
Escolha sentar-se no sofá e ficar vendo game shows chatos na TV enfiando porcaria na sua boca.
Escolha apodrecer no final, beber num lar que envergonha os filhos egoístas que pôs no mundo para substituí-lo.

Escolha o seu futuro.

Escolha viver.

– Trainspotting

Mil novecentos e noventa e seis meus amigos, conte ai quantos anos fazem, desde que essa introdução acima foi dita por Mark Renton interpretado pelo jovem Ewan McGregor, e sentimos o peso de suas palavras reverberarem até os dias atuais, não é mesmo ?

Screenshot_8.png

Trainspotting é um filme britânico, fugimos da realidade Hollywoodiana nesse filme e entramos no amago do gênero drama, dirigido por Danny Boyle o filme é uma obra prima que foi feita para perpetuar pela história conforme o tempo passe.

Na história Mark Renton tem amigos estranhos: um psicopata alcoólatra, um desesperado, um fã de Sean Connery mulherengo e um viajante. Todos buscam superar o desemprego, os relacionamentos e as drogas, muitas e muitas drogas.

Eu escolhi não escolher a vida, eu escolhi outra coisa.

E as razões?

Não há nenhuma razão.

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

0 comentário em “Trainspotting

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: