Eu quero te fazer sofrer

Admirar seu choro

Sorrir da sua infelicidade

Sapatear sobre as poças que suas lágrimas formaram

Bailar ao som da melodia amargurada da sua alma

 

Eu quero te fazer sofrer

Quero que reconheça

Que jamais se esqueça

Da solidão que causou dentro de mim

Da devastação de causou em meu peito

 

Quero te fazer sofrer

Quero que chore

Quero que grites

Quero que deixe

Quero que seja

Quero que vá

Quero perdoar-lhe

 

Quero te deixar ir

Quero libertar-me

Não mais prisioneiro da amargura nefasta

Quero que se vá

Que sua ausência traga minha liberdade

 

Alma minha

Liberte-se

Deixe-a

Que a mágoa amarga escorra

E encontre um buraco qualquer

 

Alma minha

Fique limpa

Leve

Livre

Solta

Desnuda de toda roupa despida de lembranças frustradas

 

Jogue toda raiva no altar

Sacrifique

Deixe que vá

Que a fumaça suba

E no horizonte suma

Levando embora tudo que um dia entrou, mas não mais te pertence

 

Alma minha

A liberdade está ligada a perda

Abandone o caos da dor

Deixe que vá

Deixe que queime

 

Seja livre

Leve

Solta

 

Anúncios