Olha com 

cuidado

pode ter um 

abrigo 

ao lado.

Um abraço,

uma brisa, 

um riso

e uma vida. 

Não fica tão sozinho,

faz um ninho! 

Um cantinho, 

quentinho… 

talvez com 

cafuné 

carinho. 

Vai cuidando dessa 

construção

no tempo preciso

sem rapidez,

faz a obra devagar 

para não desmoronar. 

Faz dele um vínculo, 

uma morada,

um elo e 

uma esperança.

Uma herança,  

partilha quem 

és no peito 

de alguém 

destemido 

que se doe 

sendo teu 

abrigo. 

Não fica só, 

em companhia é melhor. 

No abrigo vão amar 

tudo em você, 

sem dó.

Se aconchega… 

É bem melhor!

Anúncios