The Mask You Live In

A um tempo atrás tinha escrito algo sobre masculinidade tóxica, em como essa masculinidade vem sendo ensinada de maneira errada para todos, eram pensamentos meus, com reflexões e dados que consegui reunir a respeito e se você quiser dar uma conferida vale muito a leitura o texto se chama O culto à masculinidade,  mas esse documentário é bem completo, muito bom mesmo e mostra como essa masculinidade está afetando nossas vidas.

Eu diria que a maior emoção sentida pelos homens americanos é a ansiedade. Por que? Porque você precisa provar sua masculinidade o tempo todo

– Michael Kimmel, Professor de Sociologia

Vira homem!

Isso é coisa de menina

Quem gosta disso é viado

 Homem não chora

Quantas vezes os homens ouvem isso ao longo da infância, adolescência e fase adulta, quantas vezes homens ouvem e dizem isso no decorrer da vida?

O documentário desconstrói a cultura da masculinidade tóxica e mostra porque ela é extremamente nociva às pessoas humanas.

Na pouco mais de 1:30 hr de documentário, vemos e ouvimos depoimentos de professores, psicólogos e estudiosos a respeito dessa masculinidade e temos depoimentos de crianças, adolescentes e adultos de como foram criados, de como as situações em grupos com outros garotos foram traumáticas e os levaram a se tornarem machões para que pudessem conviver em grupo e não ficassem solitários.

Os garotos sempre revelam que escondem sentimentos como raiva e tristeza por não considerarem que têm a quem se expor. Adolescentes contam que pensaram em suicídio por ter dificuldades de se encaixar e por não ter com quem desabafar.

E alguns homens que foram detidos por condutas violentas falam sobre como a violência se tornou uma válvula de escape e uma forma de se afirmar como viril nos seus grupos de amigos.  Contam como foram condicionados a usar drogas para fugirem de sua realidade e ou fazer festas e pegar todas para que se sentissem mais másculos.

E você, o que já deixou de fazer por não ser “coisa de homem”?

 

Anúncios