Textos

Gordura saturada.

Gordo.
Eu sou gordo, então não me encham. Também não gosto de gordo, sou gordofóbico? como seria preconceituoso com algo que eu também sou? Ao pé da letra gordofobia seria medo de gordos (ser esmagado por mim, por exemplo) ou medo de engordar igual a mim? Me perguntam se tenho baixa auto-estima. Dai eu falo que sou apenas gordo, logo não poderei ser capa das revistas que sempre sonhei, nem um herói modelo da Marvel, ou modelo de passarela. No máximo que eu chego é ser um alívio cômico, e olhe lá.  E se você que lê também é gordo, não se ofenda, mas é verdade. Não me diga que engordou porque é doente, não me diga que engordou porque é depressivo. Você é gordo porque o pote de sorvete na geladeira (do qual, no exato momento deste texto, está no meu colo) é tão saboroso quanto a salada que você teria que comer. Você sabe que a banha é mais fácil de ganhar do que as horas desperdiçadas na academia. Então não reclama gordo, não reclame pela sua falta de controle, não reclame pelo hambúrguer depois que você o comeu, ele estará em você por muito tempo. Não me venha com esta merda de Plus-size. Plus-size de cu é rola. Eu e você somos gordos, vestimos roupas de gordos, estamos na curva do padrão de estética social e não conseguimos subir uma escada sem ter um enfarte. Ser gordo não é saudável e numa escala lógica, é muito difícil ser gordo e bonito, por isso a maioria de nós é inteligente. Agora, gordo que deve ter se ofendido. Aproveite para fechar a porra da boca antes de falar merda e tome uma decisão: abrace ser gordo ou faça dieta, só não coloque a culpa da porra da sua deformidade na merda do mundo.

 

P.S. Isso foi escrito para mim mesmo, sem ofensa.

Anúncios

Tenho uma lista de filmes para assistir e um tanto quanto de livros para ler. O tempo é tão escasso nestes anos tão estranhos. Escrevo buscando entender este mundo, tal qual um escritor de um manual de instruções. Pretendo um dia ter uma casa com uma janela para um cemitério. Uma boa maneira de pensar na vida e no futuro indubitável de cada um. Agora buscando uma resposta para o futuro em antigas mitologias perdidas. Também querendo ganhar um dinheiro extra, sou um ser humano como todos os outros, e ter uma independência mesmo que pequena, comprar quadrinhos entre tantas outras coisas. Espero que gostem dos meus textos loucos e das minhas estranhas visões do mundo. Blog pessoal: http://omiopepsicopata.blogspot.com.br/ Twitter - @rhuanroussseau

4 comentários em “Gordura saturada.

  1. Confesso não ter gostado do texto, no qual caí quase aleatoriamente. Ele me parece se alimentar de um lugar-comum construído por padrões sociais que são tidos como universais e necessários, mas que não deixam de ser construções. Ver um corpo gordo como doente é uma invenção. Há corpos gordos saudáveis e doentes, assim como há corpos magros saudáveis e doentes. A obesidade mórbida é, sim, uma doença no extremo dessa característica corporal, assim como a anorexia é doença no extremo oposto. E, curiosamente, padrões de beleza de muitas sociedades pré-históricas, assim como da renascença até boa parte do período romântico, por exemplo, são corpos gordos. Certa vez, li uma explicação sociológica a respeito desse padrão de beleza que me convenceu: o de que, em tempos de escassez de comida, a gordura corporal era vista como sinal de status e riqueza — assim como hoje, em época de abundância de calorias facilmente processadas, a magreza é vista como virtude. O final do texto, em especial, me soou bastante questionável. Ser gordo é uma deformidade? Por que não poderia ser apenas uma característica, assim como ser magro, ser alto ou ser baixo? Nada além de uma característica de um corpo?
    https://teofilotostes.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Olá! Acho que entendi um pouco a “crise” do autor do texto neste momento, em relação a ser gordo.
    Mas num dado momento do texto eu gostaria de descordar, quando praticamente diz que gordo não é saudável. Há muitas pessoas gordas, saudáveis e com a auto estima no lugar alto. Para o padrão estético realmente tem várias questões e preconceitos, mas… acredito que cada um busca o melhor para si e vive como gosta. Quem quer emagrecer, vai lá, faz por onde e alcança – ou não.
    Abraço.
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.com

    Curtir

  3. Com certeza você falou o que muitas outras pessoas tem pensado, mas tem medo de falar por achar que vai ofender alguém, parabéns pela atitude!

    Curtir

  4. Olá, tudo bem?

    Entendi as auto-críticas que você impôs sobre você mesmo e que tentou trazer levantando uma parte cômica até, mas, acho que alguns pontos você falhou. Acho que a forma de se expressar não me cativou e foi dura demais com as pessoas “gordas”.
    Primeiro, vamos lá: que história é essa que gordo não pode ser bonito? Caro, a beleza é subjetiva, então para você o que não é belo, para as demais pessoas pode ser e muito. Também existem gordos saudáveis e também existem pessoas que engordam por causa de doenças, hormonais, por exemplo. Se a crítica do “gordo” foi feita para você, acho que você deveria expô-la, mas o leitor não vai se sentir bem lendo.
    Quanto a emagrecer, as pessoas devem analisar se lhe cabes ou não. Às vezes, comer tudo que quer é melhor do que ficar chorando pelo que não pode comer. A questão é viver do modo que lhe faz feliz!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: