Textos

O cão do mundo.

Eu sou o cão do mundo.
Fodido.
Fedido.

Estou raspando o rabo no chão.
Estou correndo atrás do rabo.
Estou latindo.

Viverei durante uns doze anos.
Sou um uísque barato,
o gozo fálico dos homens de meia idade.

O doente terminal que pede esmola.
A calcinha indecente da senhora.
O dinheiro do político.

Sou o filho do estupro.
O que deveria ter sido abortado.
O Moisés da sarjeta.

Ainda estou latindo.
Não vou parar de latir.
E muitos outros irão latir.

Todos os cães irão acordar quem dorme.
Todos os pobres diabos, esfomeados e podres.
Todos os pobres diabos…

E você vai se incomodar, eu sei.
Vai querer matar o cão.
Mesmo sendo vegano,

O cão se alimenta da sua merda.
O cão está dentro de você.
E você está ai, latindo para o mundo.

 

Anúncios

Tenho uma lista de filmes para assistir e um tanto quanto de livros para ler. O tempo é tão escasso nestes anos tão estranhos. Escrevo buscando entender este mundo, tal qual um escritor de um manual de instruções. Pretendo um dia ter uma casa com uma janela para um cemitério. Uma boa maneira de pensar na vida e no futuro indubitável de cada um. Agora buscando uma resposta para o futuro em antigas mitologias perdidas. Também querendo ganhar um dinheiro extra, sou um ser humano como todos os outros, e ter uma independência mesmo que pequena, comprar quadrinhos entre tantas outras coisas. Espero que gostem dos meus textos loucos e das minhas estranhas visões do mundo. Blog pessoal: http://omiopepsicopata.blogspot.com.br/ Twitter - @rhuanroussseau

0 comentário em “O cão do mundo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: