Textos

Domingo cinza na praia.

O mar ia e voltava.
Ela não gostava de homens.
Eu nunca quis saber o porquê.

O mar ia e voltava.
Teve alguns dias ruins.
Eu liguei de madrugada para você.

O mar ia e voltava.
Há muito te conheço.
E eu, nunca mesmo, te vi chorar.

O mar ia e voltava.
Muito solitária
Escorada no balcão do bar.

O mar ia e voltava.
Devíamos manter a amizade.
Algo além disto, pode por tudo a perder.

O mar ia e voltava.
A tarde se mostrava cinza.
O sol lentamente estava a morrer.

O mar ia e voltava.
Te fiz rir com piadas bobas
Você me veio com um punhado de ideias loucas.

O mar ia e voltava.
Não se se já tinha bebido demais.
Quando começou a tirar as suas roupas.

O mar ia e voltava.
Te falei que era loucura.
“E daí? não tenho nada a perder” ela disse.

O mar ia e voltava.
A praia não era tão deserta assim.
Cobertos com um lençol para que ninguém visse.

O mar ia e voltava.
Nunca mais seriamos como antes.
O mal de se ter uma mulher como amiga.

O mar ia e voltava.
Eu deitado de costas, ela por cima.
Ninguém ter notado até hoje me intriga.

O mar ia e voltava.
Sua ex-namorada era também minha amiga.
Pesamentos idiotas que eu tenho no meio de uma foda.

O mar ia e voltava.
Abafava seus gemidos com meus beijos
Areia se espalhava por minhas costas toda.

O mar ia e voltava.
Ela era um pouco “machuda”.
Algo mais próximo de um homem que eu já trepei.

O mar ia e voltava.
Seus cabelos cumpridos em meu rosto
Alguns em minha boca, eu quase sufoquei.

O mar ia e voltava.
Ela gozou e mordeu minha orelha
Jorrei meu gozo, talvez o primeiro.

O mar ia e voltava.
Ela deitou sobre o meu rosto.
Saboreei de leve o bico do seu seio.

O mar ia e voltava.
Ficamos em silêncio e pelados.
Até quando amanheceu e a praia deixou de ser deserta.

O mar ia e voltava.
Nunca mais nos falamos como antes.
Minha teoria estava mais do que certa.

O mar ia e voltava.
Na época eu podia perder uma amizade
mas nunca perdia uma chance de foder.

O mar ia e voltava.
Na sobriedade aprendemos
que alguma coisas sempre teremos que perder.

O mar ia e voltava.

Anúncios

Tenho uma lista de filmes para assistir e um tanto quanto de livros para ler. O tempo é tão escasso nestes anos tão estranhos. Escrevo buscando entender este mundo, tal qual um escritor de um manual de instruções. Pretendo um dia ter uma casa com uma janela para um cemitério. Uma boa maneira de pensar na vida e no futuro indubitável de cada um. Agora buscando uma resposta para o futuro em antigas mitologias perdidas. Também querendo ganhar um dinheiro extra, sou um ser humano como todos os outros, e ter uma independência mesmo que pequena, comprar quadrinhos entre tantas outras coisas. Espero que gostem dos meus textos loucos e das minhas estranhas visões do mundo. Blog pessoal: http://omiopepsicopata.blogspot.com.br/ Twitter - @rhuanroussseau

0 comentário em “Domingo cinza na praia.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: