Sobre amizades inacabadas! 

Pessoas que juntas 

constroem memórias,

enfrentam algumas 

derrotas. 

Passam pela estreita 

porta,

se empurram na direção 

da melhora. 
Dividem a 

mesma situação,

uma prece,

um passeio, 

uma comida,

um filme de ação

uma forte emoção

ou 

qualquer papo é diversão! 

Sequer necessita de bebida,

basta a companhia. 

Dão risada e enxugam lágrimas. 

Uma amizade na essência,

simplificada! 

Elo de humanidade,

aliada!

Semente por duas mãos,

regada. 

Uma conexão puramente, 

selada.
Discordam sobre a vida,

de compaixão são munidas.

Ficam firmes nas crises, 

na união por determinado 

tempo persistem.

Se ensinam,

se apoiam no caminho,

cumprem o papel do destino. 
Amizades inacabadas,

vamos deixando alguns 

durante a estrada.

Amizades inacabadas, 

pra sempre registrada.

Amizades inacabadas,

já existiu e sempre 

será lembrada.

De bons momentos 

saturada,

eis a “despedida” 

chegada! 
[porém não programada]

Alguns vínculos

se desaguam mas 

os instantes do

passado permancem

intocáveis! 

No agora 

para sempre

durante o fim,

você me leva

eu te levo

para o eterno

no peito

te carrego 

com sentimento

fraterno! 
As estradas

[AGORA]

separadas

não diminuem 

nada.
Aos laços criados 

pelos abraços 

onde nos foram

regaço. 

Aos que se foram 

mas eu os levo

pela gratidão 

de todo

afeto.

Anúncios

Participe da conversa! 8 comentários

  1. Existem amizades que são apenas aparências, máscara de interesses velados. A amizade, para ser verdadeira, não pode estar corrompida por interesses particulares. A esse tipo de amizade os gregos chamavam Philia (uma espécie de amor filial, amor de mãe e filho). Tenho duas amizades assim. A gente lê e se encanta com os mesmos textos, os mesmos autores, os mesmos filmes. Quando uma se sente afetada por um autor (poesia, prosa, filme, música, etc.) logo os outros querem ler-ver-ouvir. Tudo acaba num café, abraços, emoções… Às vezes, além de surgirem outras sugestões de afetação mútua, somos conduzidos, até mesmo, à produção de poesia e prosa resultantes desses encontros. Foi assim com Manoel de Barros, Marcelo Xavier, Murilo Rubião, Raduan Nassar, Hernán Rivera Latelier, Clarice Lispector, Matilde Campilho, Ana Luíza Azevedo, Aamir Khan, Walter Salles, Woody Allen, Hernán Rivera Latelier, Filosofia e Cinema (programa de cinema e filosofia organizado pelas professoras Rosângela Alves e Maria de Lourdes Gouveia, acontecimento que se realiza mensalmente no auditório do CREA-MG), entre tantos outros. Numa cultura tão individualista em que estamos mergulhados (ou sempre tivemos, e isso é só uma consideração rasa, qual desculpas para justificar nosso tempo e alimentar nostalgia de um passado que não foi tão diferente?), é difícil manter uma amizade assim.

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  2. Oi Thiago. Parabéns seu poema representa muito bem a amizade sincera. Adorei é leve e reflexiva…

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  3. Toda vez que entro no seu blog, fico aqui por horas lendo, fico aqui viajando e me apegando aos textos, esse em especifico mexeu MUITO comigo, pois recentemente descobri umas amizades que não eram tão amigas assim sabe? Um poema muito bem escrito que faz com que a gente interaja com você, nos sentindo cada vez mais próximos…

    Você tem muito talento, muito sucesso ❤

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  4. Amei o poema, está bem escrito e suave e gostoso de ler, além de nos fazer divagar.
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  5. Amizade é uma das relações mais lindas que temos na vida. Mas quando é verdadeiras. Há amizades que não foram feitas para ser, ou duram apenas o tempo que preciso. É um mistério e acho que não dá pra dizer que não foi verdadeiro. Mas acredito que na amizade também existe aquela básica seleção natural sabe? A gente muda tanto durante a vida que nos tornamos incompatíveis em algum momento. Mas a amizade que foi feita para ser mesmo fica ali até o fim. E colecionando momentos.

    Para as que foram resta somente a gratidão mesmo pelos momentos especiais e de aprendizado.

    Bjão
    Diego, Blog Vida & Letras
    http://www.blogvidaeletras.blogspot.con
    Instagram: @vidaeletras

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  6. Oi Vanila.
    Consegui enxergar minha melhor amiga e eu em vários pedaços desse texto. E também amigos que ficaram pelo caminho. Os que eram verdadeiros deixaram sua linda marca na minha vida e estarão sempre na minha memória. Os que eram de mentira deixaram experiência. Querendo ou não, todos me deixaram algum aprendizado.
    Um lindo texto, parabéns. Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  7. Pessoas vem e vão o tempo inteiro. Algumas se vão sem ir, outras ficam sem ficar..
    Eternizar alguém em si, sem pedir que fique..
    Guardar o último sorriso, abraço no peito.. e lembrar com carinho..
    Há, essa é a forma mais linda de amar.
    Parabéns pelo texto, seja lá quem escreveu.. mais uma vez, os textos do “desaconcheioemauhumor” mexeu demais comigo, me fez chorar ao ler.
    Saudades de tanta gente =/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder
  8. Oi Vanila!!
    Estou mega apaixonada pelo seu texto. A vida passa tão rápido e quando a gente se dá conta aquela pessoa que fazia parte do nosso mundo já se foi e outra já está em seu lugar. eu tenho muitos amigos que gostaria está mais perto, mas o tempo, a distância e/ ou outros fatores nos separaram. A amizade ficou, mas a convivência se foi.
    Parabéns!!
    Bjs
    https://almde50tons.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

    Responder

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre Vanila Celestino

Eu queria ser poeta na mísera poeira dessa esfera.

Últimos Posts Por Vanila Celestino

CATEGORIA

Poemas