março 17, 2018

Open Bar

Não estou conseguindo ser o mesmo com a galera.
Estou triste demais para fingir estar feliz.

Sou bêbado demais nesse momento para ser qualquer outra coisa.
Quero apenas virar minha lata e buscar a próxima no openbar.

Quero apenas beijar essa boca e nem saber nome dela.
Quero dançar e quando nossos olhos se cruzarem, tudo seja apenas por uma noite.

E quando acordar no dia seguinte, abrindo meus olhos pensar;  deu tudo certo!

Quero lembrar de tanto que a gente se beijou você quis tirar sua roupa.
Quero apenas sentir o seu gosto e depois me recordar dele, ao invés de lembrar seu nome, quero dizer o quão gostosa você era.

E então quero passar a entender que a vida nós ensina que as vezes o melhor presente só dura algumas horas, mas a história dura por uma vida.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

Últimos Posts Por Thiago D.

CATEGORIA

Textos