O homem permanece vivo até o dia que a última pessoa que o conheceu morrer.

Após isso, é como se deixa-se de existir, como se nunca tivesse caminhado nesse planeta que chamamos de terra.

Já perdi duas pessoas muito importantes para morte e elas ainda estão vivas dentro de mim, dentro das pessoas que a amaram e ainda a amam. Mas depois que todas essas pessoas morrerem as lembranças delas, os feitos dela, se vão para sempre.

Acho que a única maneira de fazer com que isso seja mais duradouro, seja se você fizer algo onde muitas pessoas no mundo te conheçam e falem sobre você, antigamente os bardos cantavam canções sobre heróis que passavam de geração a geração.

Hoje em dia, são feitos que se tornam história, que se tornam lendas, que são fixados em livros, que são ensinados em escolas, faculdades e ou cursos. Aprendemos sobre pessoas que transcendem os séculos, como William Shakespeare, Steve Jobs e Albert Einstein.

Cada qual com seus méritos, cada qual com seu legado, cada qual com sua fama.
Podem morrer milhares, centenas, milhões de pessoas, mas eles continuarão vivos na história do mundo, enquanto houver alguém que tenha lido sobre eles, alguém que tenha ouvido falar deles, alguém que possa ao menos passar seus feitos para outrem.

Anúncios