Textos

A cor do meu mundo

Esses dias, olhando minhas postagens, percebi que uso muito imagens em preto e branco. Fiquei pensando: “Porquê?” Existem tantas cores lindas, infinitas combinações… um mundo colorido, internet apresenta todas elas, mas estou sempre no preto e branco. Depois de pensar muito, me dei conta que preto e branco são as cores de meu  mundo interior.

Como todo bom virginiano, meu mundo é métrico, quantitativo, preciso, lógico, explicável. As variáveis não são tão variáveis e os conceitos são, por vezes, muito chatos, mas feliz e infelizmente é assim que sou e quem me acompanha já sabe:  Lucynha! Atura ou Surta!

O bom dessas reflexões é viver um algo chamado: autoaceitação. Sim meus queridos, autoaceitação é um resultado altamente terapêutico que resolve muitos problemas da vida.

Enquanto não me aceitava, tentava pintar de rosa o meu mundo interior, as vezes colocava um verde, um vermelho e outras tantas, tentava pegar algumas cores emprestadas, só que essas cores me geravam uma profunda angústia porque as cores não ornavam com o meu preto e branco, não eram eu.

De que adiantava usar um sapato de salto se na real, eu queria calçar um All Star azul? O qual lucro eu teria em cursar engenharia civil, se meu sonho era ser psicóloga?

Tentar pintar seu mundo com as cores dos outros é a receita certa para a criação de transtornos psicológicos como: Ansiedade, Depressão, Pânico. Isso porque temos cores internas que, quando se mesclam com cores emprestadas dos sonhos dos outros, tendem a desarmonizar as originais…

Se for para ter variação de cor, elas deve ser produzidas em nosso próprio interior. Não é feio deixar de gostar de algo que amava, nem mudar de opinião ou deixar um emprego onde se ganha muito, mas que não satisfaz… não é feio nem mesmo optar por se entristecer, chorar e etc. desde que essas decisões sejam geradas dentro de nós e não impostas por convenções  desejos dos outros.

Depois que assumi minhas cores, percebi que tem tonalidades que não gosto e outras que amo, também tenho algumas que precisam ser melhoradas… e sou muito mais feliz porque, apesar de todas as críticas externas, sei que elas são minhas, são elas que definem quem sou e estão comigo, onde eu estiver.

Então… Titia Lucy recomenda: Se você quiser ser feliz, assuma suas cores!

 

Anúncios

A grande beleza de ser humano é ter a liberdade de mudar.... Pois bem, continuo mudando e melhorando Sou apaixonada por pessoas Sou apaixonada pela vida E quero viver sempre o melhor dela... ah! Descobri que gosto muito de dinheiro e do que ele pode me proporcionar... e isso não é pecado.

0 comentário em “A cor do meu mundo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: