Gosto de ouvir histórias, adoro quando a pessoa é meio Farroest Gump, e curto muito de ouvir sobre o que você quer falar, mas não gosto muito de falar e, tão pouco de contar histórias, a não ser que eu as escreva.

Mas eu realmente curto ouvir histórias, então senta aqui um pouco, sem ter pressa, se acalma e conta tudo, a hora é essa. Fala o que tem pra falar, tira esse nó da garganta, tira essa pressão do peito, relaxa os ombros ele tá cansado de carregar o mundo, vai desabafa e solta sua voz interna que tá gritando para dentro.

Eu sei como hoje em dia é raro encontrar uma pessoa que quer ouvir, geralmente elas querem falar, e olha, elas falam e falam mesmo, praticamente é uma competição, na maioria das vezes elas vão falar sobre seus problemas diários, ou de como a vida anda pesada, de como tudo parece estar desmoronado ou de como tudo vai dar certo mesmo que tudo esteja ruim.

Elas realmente acreditam nisso.

E por vezes essa fé me tira sorrisos, é bom saber que elas tem algum conforto, mesmo eu acreditando que se elas não fizerem algo a respeito nada ira mudar e, por si só a vida tende é a piorar.

Mas isso é uma discussão para outro dia.

Hoje quero apenas dizer que você pode falar, mas toma cuidado com suas palavras, acredito que se todos soubéssemos o poder delas, não existiria tantas pessoas despedaçadas no mundo.

Anúncios