Era difícil de entender que a garota alegre e a garota desesperada fossem a mesma pessoa.

Nunca tinha lido nada do Rodrigo Hasbún, mas ouvi algumas recomendações sobre seu livro Os afetos, li a sinopse e achei interessante, além de ser um livro curto de 128 páginas, então a amazon fez uma promoção e comprei o livro baratinho como ebook.

E então parti para leitura, e eu gostei da história, mas não gostei da maneira que Rodrigo a escreveu, sei lá achei muito estranho a maneira como ele estruturou o texto, as narrativas, algumas passagens ficaram confusas por isso.

Mas a maneira como ele mostrou os sentimentos, o afeto da família, o dialogo da mãe com a filha em um natal que elas passaram sozinhas, essa capitulo para mim foi o melhor.

Talvez tornar-se adulto seja justamente isso: envergonhar-se do corpo, de suas rebeliões e urgências, preocupar-se com a queimação que se sente depois do café, temer sempre o pior.

Bom se quiser um leitura simples e fácil, com poucas paginas recomendo, mas não espere muito desse livro.

Anúncios