Textos

If i had a heart

Às vezes o pior não é saber que perdeu alguém porque a morte levou, e sim saber que perdeu, mas a pessoa ainda continua viva.

E não vá dizer que sou pessimista, não sou tanto assim. O mundo que é péssimo 😉

Sempre por mais que as pessoas tenham se tornado babacas, nós tendemos a continuar vendo o lado bom delas.  É isso mesmo, o lado que gostamos, o de antes.

De antes dela começar ser uma escrota com você, de antes de as discussões se tornarem rotina, de antes de que qualquer coisa que ela faça se torne algo para ser criticado, de antes de perderem o respeito um pelo outro.

E quando chega a essas vias de fato, o relacionamento acabou, e ambos sabem.

– Transa que passa!

Mas quanta besteira, pois depois de foderem para reconciliar, a vida continua, e os problemas continuam, gozar não faz os problemas desaparecerem, por um único motivo:

O relacionamento é mais que tirar a roupa, puxar o cabelo e dividir a cama.

Relações são sobre ter intimidade. E Intimidade também é sobre falar das dores sem medo de a pessoa achar ruim, e também é sobre demonstrar seu ápice de felicidade sem medo de a pessoa que está com você achar estranho.

Isso mesmo, intimidade é contar que tem medo de algo, é dá a mão não só para passear.

Não é somente sobre quando o prazer acaba e você olha para o lado cansado e ofegante, falando “quero mais”.

É sobre sorrir no meio de um briga, e dizer: “Eu te quero mesmo assim”.

Mas quando se perde essa resiliência, essa reciprocidade e respeito que um relacionamento deveria ter, uma palavra errada, no momento errado e já com a paciência inexistente, pronto. A bomba está plantada.

A guerra está armada, a briga acontece, a falta de respeito emerge, e então te pergunto, em seus relacionamentos você é o que é? Ou o que tenta ser?

 

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

1 comentário em “If i had a heart

  1. Karla Araujo

    A dor da perca é inexplicável.
    Mas perder alguém que ainda está ali é realmente doloroso.
    A saudade causa buracos imensuráveis..
    Onde uma música alta pode amenizar a dor das prosas longas..
    Aprendi que a gente tem que sabe a hora de começar e de acabar.. pq tudo acaba.. a vida sempre continua..
    E a gente tem que ser forte..
    Pq está perto de alguém que não te faz mais bem.. definitivamente não vale a pena.
    (Obrigada pelo som alto, jovem)

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: