O livro é narrado pela sensível Scout, filha do Atticus, o advogado que está defendendo um negro acusado de estuprar uma mulher branca em uma cidade pequena dos estados unidos de 1930.

São 364 páginas em que você aprende muito sobre a vida. Sobre racismo e injustiças, entende sobre relações humanas e vive um pouco a nostalgia da infância, da inocência, quando vemos Jem, Scout e seu amigo brincaram nas ferias de verão.

IMG_20180526_201031_1.jpg

Desde o seu lançamento em 1960, o sol é para todos já foi estudado, pesquisado, resenhado e republicado centenas de vezes.

Ganhou o Pulitzer de ficção, o Quill Award e teve seu enredo levado ao cinema onde arrebatou três Oscar, três Globo de Ouro e mais outras 3 premiações de renome. Sem dúvidas alguma é uma obra épica, best-seller mundial traduzido para mais de 40 idiomas.

E depois de ler, ficar emocionado, arrepiado, pensativo e reflexivo por diversas vezes após ler os capitulos entendi o porque dessa obra ser tão bem sucedida.

Filho, repito que, mesmo que você não tivesse se descontrolado, eu teria pedido para você ler para ela. Queria que você a conhecesse um pouco, soubesse o que é a verdadeira coragem, em vez de pensar que coragem é um homem com uma arma na mão.

Esse é um dos melhores livros que já li na vida, realmente é uma obra que todos deveriam ler antes de morrer.

Gostaria de ter lido antes, pois Atticus tinha razão. Uma vez ele disse que a gente só conhece uma pessoa de verdade quando se coloca no lugar dela e fica lá um tempo.

Anúncios