Textos

Companheira Indesejada

No dia dos namorados

me toquei que ela estava lá…

sedutora e alerta

cheia de vontades despertas.

 

Como se eu fosse obrigada a lhe amar

Ela se assentou ao meu lado

Acendeu um cigarro

E começou a falar:

 

“Faz tempo que estamos juntas,

você deveria me assumir!

Sou a única que fica…

Sou a mina da tua vida.”

 

Eu que não gosto de pressão

finjo que não ouço

Faço pouco caso  de seu esforço…

Viro para o lado e volto a dormir

 

Nem sempre volto, as vezes só finjo

pra falar a verdade, acho que é só o que faço…

finjo que ouço, finjo que amo

finjo que me importo, finjo.

 

ela sabe que sou assim e não vai embora.

As vezes vou para o bar,

e me aconchego nos braços de um alguém qualquer

Só para que ela veja e desista de mim

 

mas sua insistência é uma loucura.

Fala sério, ainda que dormisse com um cara por noite

na manhã seguinte, poderia contar:

ela estaria com seu sorriso largo a me esperar.

 

Já falei que seus atributos não me seduzem,

nem sua fala me convencem.

Falei também que a quero fora de minha  vida

mas ela nunca se convence…

 

Saldo do dia:

Ela vence novamente.

E eu a aturo por mais uma noite

com suas conversas envolventes…

 

Um dia me leva a cozinhar,

outro dia a assistir Netflix

Um dia me faz fazer as unhas,

no outro me faz pintar a parede com cor de giz.

 

Ela é um saco,

Mas tem horas que não sei viver sem

porque, como ela mesma diz

está comigo, mesmo que não tenha notas de cem.

 

Ela me disse que vai ficar a vida inteira.

Que só vai embora quando eu descobrir,

o segredo sórdido que a afasta.

Ou tiver a pessoa certa para lhe substituir.

 

Francamente, as vezes penso:

Será que é realmente bom a substituir?

Sei lá, por um amor com gosto de fruta…

Verdade é que tenho medo de encontrar um amor filho da puta.

 

Bem! Enquanto não decido,

Ou um amor aparece,

me abraço contigo, querida Solidão.

Aquela que me abraça, mas não me aquece.

 

 

Anúncios

Sou um ser humano multifacetado. Pra me conhecer, tem que estar disposto, a conviver com um monte de mulheres em uma só. Hora furacão, hora bonança, hora o próprio cão, hora criança. Sou eu... pra saber mais... ah! Vai ter que descobrir.

2 comentários em “Companheira Indesejada

  1. Que belo texto sobre a solidão… adorei! Juro que não descobri do que se tratava até chegar ao final, excelente!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: