Textos

As Pessoas Fedem

As pessoas fedem, e isso é natural. É natural como uma zebra que é morta por um crocodilo na savana africana para servir de alimento a ela, ou como um animal que fica velho demais, se isola e morre sozinho. Mas da mesma forma que o ser humano chama de “morte natural” quando os órgãos de alguém que ficou vivo 10 anos a mais do que ficaria se não tivesse ligado à máquinas em um hospital “param de funcionar”, nós nos acostumamos a achar que o cheiro “natural” de uma pessoa é agradável, quando não existe nada que seja mais artificial do que isso.

Hoje em dia as pessoas fedem a química. Bilhões são investidos todos os anos em perfumes, desodorantes, cremes e produtos de cabelo para disfarçar a nossa natureza fedorenta. Infelizmente pra mim, nasci com um tipo de intolerância a cheiros fortes e nunca pude variar muito na utilização desses produtos. A exposição prolongada a esse fedor químico faz minha garganta inflamar, meu corpo enfraquecer e minhas juntas doerem como se eu estivesse doente. Ironicamente, a fumaça de cigarros ou baseados nunca fez mal a mim.

As pessoas fedem. Somos uma supercolônia de bacterias que decompõe o alimento em nossos estômagos, nossas células, entre outras coisas. Mas hoje em dia parece que querem que até nossa merda tenha cheiro bom. Os banheiros públicos de hoje em dia não fedem a merda e mijo como antigamente, mas a cloro e naftalina.

Em nossos quartos, quando temos preguiça de limpar ou queremos dar um “toque especial”, usamos sprays com “cheiro bom”. Horas depois, no sexo as pessoas irão chupar caralhos e bocetas, trocar suor, saliva e os coliformes fecais que ficam nos lençóis suados. Mas deus me livre se houver qualquer cheiro de cc no ar. Pra isso usamos bon air e velas aromáticas.

As pessoas mortas fedem a merda e podridão. Mas nós pagamos (descobri que até meu banco possui um seguro para funeral que inclui isso) para que alguém enfie uma cânula de sucção de 20 cm por um buraco em nosso abdome para sugar toda a nossa merda e impedir que fedamos no funeral. Eles então enfiam litros de água, corante e formol (o mesmo formol que causa câncer e ELA e que salões de beleza usam para alisar cabelos) por uma veia na sua perna, fazendo seu sangue sair pelas suas narinas, que então são tapadas com um metro de algodão para que não saia nada na hora do velório. Ninguém quer ver você vazando na sua despedida. No final, te cobrem de flores e de perfume e você não fede mais.

Odiamos tanto nossa natureza, que dissimulamos nosso próprio cheiro. Se pudéssemos, faríamos como os gatos, que se lavam com suas línguas após serem tocados por humanos, para se limpar de nosso odor. Queremos negar nossa mortalidade, esquecer que somos matéria em decomposição, usando perfumes e maquiagens. E ainda querem que sejamos honestos uns com os outros. Que piada. Não conseguimos nem ser honestos com nós mesmos.

Anúncios

Conatus: Substantivo. Latim para esforço; impulso, inclinação, tendência; cometimento. É um termo usado em filosofias de psicologia e metafísica para se referir a uma inclinação inata de uma coisa para continuar a existir e se aprimorar. Outros autores a chamaram de Vontade, Desejo, Pulsão, Elan Vital, a essência inconsciente que dirige suas ações para satisfazê-la quer você queira ou não. David Conatus, no entanto, não é um substantivo. É um verbo, uma ação, a ação de exorcizar em palavras minha visão da existência e do mundo, e de talvez conseguir um pouco de paz ao fazer isso. Já quanto a paz de vocês, leitores, isso eu não posso garantir. Prossigam por sua conta e risco.

2 comentários em “As Pessoas Fedem

  1. Mássylla

    Mano, que texto foda, muita reflexão, parabéns! Não somos sinceros a nós mesmos, fato!

    Curtir

  2. Adriana Moreira

    O texto é chocante, mas não é mentiroso em nenhuma palavra! Muito bom!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: