Textos

Pesado

Estou pesado. E não é do peso corporal que estou falando. Estou essencialmente pesado, é de dentro… frio, endurecido.

Ontem uma garota tocou meu ombro e sua mão era tão leve e delicada, eu me senti enrijecer, não consigo mais. Ela é legal, eu não sentia alguém me tocar a tanto tempo que a sensação foi até ruim, anormal, atípico, me senti estranho, esse homem em mim morreu a um tempo atrás.

O que sobrou é o brucutu surpreendido com um toque de carinho.

Penso e percebo agora a quantidade de tempo que não me aproximava tanto de alguém !

Anúncios

Sobre Thiago D.

Minha maior arte é a forma que eu vejo o mundo e as coisas que acontecem ao meu redor, tenho uma empatia muito grande, entendo como as coisas estão acontecendo ou devem acontecer e isso ajuda na minha percepção para fazer sistemas, estruturar raciocínios lógicos e a construir textos, contos e afins. Busco colocar em palavras os mais diversos sentimentos e sensações, o que escrevo não é autobiográfico, eu chamo de usar a vida como matéria prima. Meu jeito de escrever é esse, e se me perguntarem isso é ficção? Ou não é ficção? – Está no papel(no caso, tá no blog), aconteceu ou não, é ficção.

0 comentário em “Pesado

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: