Estou pesado. E não é do peso corporal que estou falando. Estou essencialmente pesado, é de dentro… frio, endurecido.

Ontem uma garota tocou meu ombro e sua mão era tão leve e delicada, eu me senti enrijecer, não consigo mais. Ela é legal, eu não sentia alguém me tocar a tanto tempo que a sensação foi até ruim, anormal, atípico, me senti estranho, esse homem em mim morreu a um tempo atrás.

O que sobrou é o brucutu surpreendido com um toque de carinho.

Penso e percebo agora a quantidade de tempo que não me aproximava tanto de alguém !

Anúncios