Eu vi ela dançar, e houve uma troca de olhar, e por alguns instantes tudo que eu queria era lhe beijar.

E como na confusão astral de pedro salomão, no momento que a senti, eu me desliguei de tudo que eu era, então por um momento, toda a festa se tornou apenas nós dois.

Naquela noite, como se o mundo ainda fosse bom, eu ouvia os gemidos dela pedindo mais.

Entre bebidas, sexo e drogas, nossos corpos foram se tornando um só, seu olhar denunciava o tesão, o cheiro no ar denunciava a sacanagem e seus gemidos o prazer.

O calor dela, preenchia o meu vazio mais profundo, a pele dela me dava arrepios, nossos corpos se conectaram, e eu queria foder mais, mais e mais. E o melhor; ela pedia mais.

Algumas horas se passaram, e a incrível transa, foi se tornando o pós sexo, descobri seu nome então, descobri que ela tinha um sonho de ser cantora, e o dia amanheceu, não lembro muito mais que isso, a festa chegava ao final, e nós também.

Talvez eu a encontre por ai um dia, talvez não, mas sempre vou lembrar dessa noite, onde dois desconhecidos conseguiram preencher o vazio por algumas horas.

 

Anúncios