Simplesmente não entendi…. não entendi o porquê tantas coisas se foram. Pessoas, amizades, relacionamentos… E ainda hoje me questiono o porquê. Será que errei tanto assim? Para mim estava dando o meu melhor. Quando revisito o passado tento encontrar o que fiz de errado, o que possivelmente pude deixar escapar entre meus dedos por todos esses anos. Mas ainda não consegui achar…

Na maioria das vezes me sinto culpada, mas culpada do quê? Fui culpada quando fiquei ao lado de pessoas e quando mais precisei elas se afastaram? Agi errado quando coloquei meu ombro amigo a disposição?  Acho que não! Definitivamente não! E porquê me sinto tão mal quando vejo essas mesmas pessoas retornando mas depois de um tempo indo embora novamente? Não era de se esperar que elas me abandonariam na primeira oportunidade? Ora, sinceramente não sei, com certeza esse é um dos motivos pelo qual faço tanta terapia. Mas será que isso vai até quando?

Vai até quando cair a ficha de que sou carente de amizades e que não posso esperar nada de ninguém, a não ser de mim mesma. Não estou querendo ser egoísta, mas às vezes precisamos ligar um botão chamado FODA-SE. A maioria de nós só gosta mais daquela parte “venha a nós” enquanto “ao vosso reino”, nada! Aparentemente por mais que você se demonstre amigo de alguém, a outra pessoa prefere te excluir porque o que você transmite talvez não seja o suficiente pra ela. Não sei, quando começo a avaliar as coisas me sinto mal, é como se fizesse tudo errado.

Mas mesmo errando porque somos humanos, será que não merecemos outra chance? Acredito que sim! Com o passar do tempo e com o amadurecimento de ideias conseguimos enxergar melhor nossas atitudes, sermos pessoas mais evoluídas, e é exatamente isso que estou tentando fazer. Tentando entender o que me aflige, aprendendo com o passado, e o melhor de tudo não me culpando mais, mas sim tentando fazer diferente e da melhor maneira o que está ao meu alcance em certas ocasiões.

 

Fonte da imagem: https://pxhere.com/en/photo/1054617

 

 

 

Anúncios