A bíblia já relatava que a inveja é uma obra da carne (Gálatas 5:19-21), que aprodece os ossos (Provérbios 14:30). Aí me quetiono, será que nós em sã consciência queremos desenvolver algo que nos faça mal, como por exemplo sentir inveja? Acredito que não né?! E porque temos isso? Por que nossa natureza é tão pecaminosa que conseguimos gerar em nós sentimentos que nos auto aflige, já pensou nisso?

Cara, eu nem me tocava que sentia inveja de muitas atitudes e coisas que aconteciam com outras pessoas ao meu redor. Hoje mesmo me peguei pensando em algo que queria que desse certo para mim, mas aconteceu com outra pessoa. E o que eu fiz quando percebi isso? Vim escrever claro! Mas também analisei a situação, hoje eu consigo entender o porquê, simplesmente não seria compatível, não daria certo. E eu fiquei feliz pela pessoa, porque ela merece. E é isso que eu acredito que devemos fazer, quando alguém conseguir um objetivo antes de você não se auto sabote desejando mal a essa pessoa, acredite que sua hora um dia vai chegar, porque é isso que vai acontecer.

Com o passar do tempo e no decorrer dos acontecimentos vamos tomando consciência do que realmente importa, do que nos faz bem e o que tem real valor, por mais que seja simples só precisa ser verdadeiro, sabe? Hoje estou feliz com minhas conquistas, mas nem sempre foi assim, só Deus sabe o que já passei e o quanto lutei. Às vezes a gente acha a grama do vizinho mais verde que a nossa né? Mas como dizem por aí “você não sabe da missa um terço” do acontece na vida alheia. Então quando você detectar sua inveja de algo, por mais pequeno que seja, tente abstrair esse sentimento e siga buscando os seus objetivos. Todos temos esse sentimento por mais que esteja incubado. E só mais uma coisa o que é seu ninguém tira, é isso!

Anúncios