Bater o dedinho do pé dói, mas vocês já se sentiram só mais um na vida das pessoas? tipo se você ta ali ok, mas se não estiver ok também.
 
Esse tanto faz me cansa.
 
É difícil quando você sente falta de alguém. Mas sabe, se sente falta, quer dizer que foi sortudo. Quer dizer que teve alguém especial na sua vida, alguém que vale a pena sentir falta.
 
Mas também é muito difícil lembrar que um dia você teve alguém especial ao seu lado e hoje não tem mais. Que esse alguém ficou só na lembrança. Que aquelas tardes juntos se tornaram um abaixar de cabeça se vocês se trombarem por ai.
Que o sorriso fácil que vocês davam, se tornou o silencio constrangedor de dois estranhos que já foram próximos o suficientes para viverem uma vida a dois.
 
Não sei você, mas eu amo aquele sorriso.
 
Aquele que deixa os olhos dela semicerrados, às bochechas ficam gordinhas, pois estão dando espaço para 8° Maravilha do mundo; o sorriso dela!
 
Se quiserem um dia falar sobre amor, provavelmente, vou me lembrar daqueles abraços quentinhos dela.
 
Do conforto de se sentir em casa estando com ela, de como aquele abraço é suave e apertado ao mesmo tempo.
 
Talvez um dia eu entenda o segredo por trás de querer ela sempre por perto, às vezes acho que é carência, às vezes penso que sou muito grudento, ou sentimental demais, porém lembro do motivo de querer ela por perto; eu amo aquele sorriso.
 
Aquela voz, aquele cheiro, todos aqueles devaneios, ou qualquer sensação que dava quando percebia que estava com uma mulher incrível do meu lado, a potência de ser uma Girl Power e saber que a conquistei, pois você só fica ao lado de uma mulher forte, se você for forte o suficiente para ela querer estar.
 
Mas não sei o que houve, qual foi o ponto que tudo isso mudou para não querer nem olhar mais na minha cara, é tão esquisito isso; todo amor se tornou uma disfarçada de rolagem de tela, no silencio interrupto daqueles segundos com a cabeça baixa, torcendo para que só fosse embora, sem ao menos dizer uma única palavra.
 
Anúncios