Algumas coisas nunca mudam. Algumas pessoas nunca mudam.
E por isso eu aguardo sempre que agosto termine.

Mas não adianta muito o mês acabar se em outubro eu percebo o quão sozinho eu consigo estar.

Em mais um aniversário comemorarei sozinho
Em um data importante para mim, porém comum aos outros percebo sempre o quão sozinho posso ficar.

Mas não culpo ninguém além de mim.
A importância é assim, a prioridade é assim; hoje não dá meu irmão.
Te amo, mas hoje não posso.
Vamos deixar para outra semana.